Depressão pós-parto: quais os sintomas e como tratá-la

Depressão pós-parto: quais os sintomas e como tratá-la

mulher triste

A depressão pós-parto acontece com uma a cada quatro mães após o parto, na maioria das vezes esse problema é provocado pelo medo do julgamento das pessoas.

Os seus sintomas incluem desesperança e tristeza, geralmente as mulheres que estão sofrendo com este problema apresentam alterações de humor e crises de choro que somem rapidamente.

A crise acontece devido às mudanças hormonais que estão relacionadas ao término da gravidez. Porém, algumas mulheres apresentam os sintomas com mais intensidade.

Esse problema não significa falha no caráter ou fraqueza. As pessoas que estão apresentando os sintomas devem procurar imediatamente ajuda médica para iniciar o tratamento.

Os principais sintomas da depressão pós-parto

Quando a mãe está na fase de desenvolvimento da depressão pós-parto ela começa a apresentar os seguintes sintomas:

Tristeza

Este é o sintoma mais comum que ela apresenta. A mulher ficará sem ânimo, se sentindo infeliz, chorosa, principalmente em alguns momentos.

Irritabilidade

A mulher se mostra uma pessoa irritada e agitada com todos tanto com o marido, familiares e com os filhos incluindo o recém-nascido. Isso acontece porque ela passa por uma desorganização nos seus pensamentos.

Cansaço

A mulher começa a se sentir constrangida, esgotada e cansada para fazer as suas atividades como mãe.

Perda do apetite

Normalmente a mulher quando está com esse problema não tem vontade para comer, o que pode levá-la a se sentir mal humorada e cansada. Em outros casos a mulher pode comer em excesso como forma de aliviar o problema psicológico.

Como é feito o tratamento da depressão pós-parto

Primeiramente a mulher precisa fazer uma consulta com o médico para saber qual é o procedimento mais indicado para o seu caso. Geralmente o tratamento pode ser através de:

Medicamentos

Os remédios antidepressivos são usados com frequência. Geralmente a paciente começa a se sentir melhor entre a primeira até a terceira semana após começar o uso.  

No entanto, para que as melhorias sejam perceptíveis pode demorar até 8 semanas.  Normalmente os medicamentos antidepressivos são usados por pelo menos seis meses.

Esse período é para evitar que a paciente tenha uma recaída, porém o médico poderá recomendar o uso do remédio por até um ano sem parar.

Psicoterapia

Esse tratamento ajuda a prevenir e a tratar a depressão durante a gravidez e também no período pós-parto. Para que o resultado seja melhor os parentes mais próximos também devem participar das sessões.

  • Aconselhamento interpessoal oferece para a paciente o suporte emocional, além de ajudar a resolver os problemas e definir metas.
  • Terapia cognitivo-comportamental, esse tratamento ajuda a melhorar a forma de pensar e sentir da paciente.

A psicoterapia para adultos ainda é um tabu para muitas pessoas. Elas acreditam que o seu problema não pode ser resolvido apenas com uma conversa, mas o fato é que o psicoterapeuta lhe mostra os caminhos que você precisa seguir que parecem invisíveis aos seus olhos.

Para fazer esse tratamento o médico poderá recomendar um psicólogo ou psiquiatra especializado no tratamento da depressão pós-parto.

Terapia hormonal

Neste tratamento é feito a reposição hormonal para neutralizar a rápida queda dos níveis de estrogênio que faz parte do parto, aliviando assim os sintomas desse problema em algumas mulheres.

No entanto, os médicos ainda não sabem se a terapia hormonal ajuda a prevenir ou tratar a depressão.

Psicose pós-parto

Esse tratamento é realizado na maioria das vezes no hospital. Quando a segurança da mulher está garantida, esse tratamento é feito através de uma combinação de medicamentos como antipsicóticos, estabilizadores de humor e antidepressivos.

Este tratamento poderá afastar a mãe do seu filho por determinado tempo e tornar a amamentação um pouco mais difícil, porque alguns medicamentos que são usados não são recomendados para as mães que estão amamentando.

Ao perceber que a mãe está apresentando os sintomas o marido ou qualquer outro familiar deve levá-la imediatamente ao médico para fazer uma consulta, caso seja diagnosticada a depressão pós-parto, o médico começará a fazer os procedimentos necessários para realizar o tratamento.

Mariana

Os comentários estão fechados.